Blog

exposições

Vernissage Volatilismos - Virgilio Neves.

A busca pela volatilidade das formas em uma pintura, através do desenho, na Galeria VilaNova.

Em seu novo momento, Virgílio Neves apresenta obras inéditas nas quais as linhas obtidas por canetas permanentes procuram produzir uma ação transformadora sobre os pesos nas suas pinturas.

A definição da palavra Volatilismos não existe na língua portuguesa mas foi o termo que o artista plástico Virgílio Neves encontrou para definir a sua mais recente produção, composta por 11 telas, na Galeria VilaNova, com curadoria de Bianca Boeckel. Para ele, o desenho pode ter uma ação transformadora sobre o peso da tela e da pintura. Por isso, ao tentar redimensionar os diversos elementos que compõem uma pintura e intensificar a ação das linhas na superfície dela, Virgílio alcançou a sensação de leveza que buscava.

Entre 2013 e 2014 o artista usou canetas permanentes para criar sobre suas pinturas uma espécie de fragmentação visual com as linhas, gerando um certo efeito hipnótico que acabou dando nome à sua primeira individual: Hipnoses. 

A partir de 2015, o trabalho ganhou um outro rumo. As canetas permanentes procuraram extrair da tela o peso imposto pelo pigmento, pela composição, pelas cores, pelas formas e pelos volumes. Foi um processo inusitado, que exigiu uma releitura e uma nova pesquisa de trabalho por parte do artista.

“As cores, por exemplo, tornaram-se menos vibrantes e mais densas do que nos trabalhos anteriores. As formas, mais volumosas e fechadas. Ao envolver as superfícies das telas com as linhas brancas das canetas permanentes, as formas se ‘ergueram’, criando uma espécie de volatilidade do todo. E ao modular ainda mais as linhas em curvas, interferi também na velocidade delas, proporcionando ao olhar uma nova relação com o tempo de observação”, define Virgílio Neves. 

As linhas continuam sendo o elo entre dois momentos artísticos de Virgílio, mas a temática ganhou uma outra intenção, em função desse novo percurso. "Em Hipnoses, sua série anterior, o olhar se diluiu ao redor de todo o campo visual; na inédita Volatilismos, o olhar ganhou um percurso, uma direção ascendente", explica Bianca Boeckel, curadora da mostra. Para Virgílio Neves, a temática se desdobrou para um novo campo de ação: “a busca pela leveza do todo na superfície da tela, como se o objetivo maior fosse torná-la mais leve que o ar. E é engraçada a ironia de se chegar à impermanência das formas usando canetas permanentes", completa o artista.

Exposição Volatilismos

Artista: Virgilio Neves

Curadoria: Bianca Boeckel

Abertura: 12 de maio de 2016, quinta-feira, às 19h

Período: 13 de maio a 11 de junho de 2016

Local: Galeria VilaNova www.galeriavilanova.com.br

Rua Domingos Leme, 73 – Vila Nova Conceição – São Paulo, SP

Tel.: (11) 2691-1190

Horário: Terça-feira a sábado, das 12 às 18h

Número de obras 11

Técnica Acrílica e caneta permanente sobre tela

Dimensões de 50 x 40 cm a 140 x 60 cm

Virgilio Neves

Formado pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (USP), e pós-graduado em História da Arte pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP). É também publicitário e diretor de arte. Ocupou o cargo de diretor executivo de criação da Ogilvy São Paulo. E foi co-fundador da M&CSaatchi Brasil em 2009. Em sua carreira ganhou diversos prêmios nacionais e internacionais, como o Clube de Criação de SP, Festival de Cannes, Clio, Art Directors de NY, London Festival, One Show e FIAP. Participou de diversas exposições coletivas, como 1ª e 2ª Mostra Coletiva dos Ateliês do MUBE/ Chapel Art Show/SP e 1ª Cow Parade /SP entre outras. Ilustrou e fez o projeto gráfico de diversos livros infantis em parceria com Letícia Wierzchowski. Em 2012 foi o artista brasileiro selecionado para o “Art Project for the Olympic Games/ 2012” de Georgia Creimer . Na Galeria Vilanova, fez sua primeira individual, em 2014, com 12 trabalhos na exposição “Hipnoses” e no mesmo ano participou da exposição coletiva "Entre flores e Entrelinhas.

Galeria Vilanova

Localizada na região do Parque Ibirapuera, a Galeria VilaNova promove artistas em ascensão e consagrados, e tornou-se ponto de encontro para quem aprecia boa arte. Em seu primeiro ano, já realizou nove exposições. Atende a um público exigente, sempre em busca de novidades em fotografia, pinturas, esculturas e diversas mídias. Através de intensa pesquisa e de uma curadoria detalhista, exibe uma grande variedade de arte conceitualmente significativa e visualmente estimulante. Uma combinação de mostras coletivas e solo, além de um acervo eclético e em constante renovação, permitem que colecionadores apreciem trabalhos sempre novos e aprendam sobre as últimas tendências. Bianca Boeckel, proprietária e diretora, atua também como consultora de artistas e clientèle, lançando mão de sua experiência internacional.

fonte: https://www.facebook.com/events/